O Tribunal de Justiça do Piaui homenageou o advogado Celso Barros Coelho pelos grandes serviços prestados no Tribunal Popular do Júri, como um dos advogados de maior atuação na entidade.

12 dezembro 2011
Comentários  0
12 dezembro 2011, Comentários  0
 

 

Fonte: Cidade Verde

Disponível em: <http://cidadeverde.com/noticias/89814/tribunal-de-justica-homenageia-advogado-celso-barros-coelho>

O Tribunal de Justiça do Piauí homenageou hoje (12/12) o advogado e jurista Celso Barros Coelho, 89 anos, pelos grandes serviços prestados no Tribunal Popular do Júri, como um dos advogados de maior atuação na entidade.

Participaram da solenidade, o presidente do TJ-PI, desembargador Edvaldo Moura, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), advogado Sigifrói Moreno, o presidente da Associação dos Magistrados do Piauí (Amapi), José Airton Medeiros, o desembargador Sebastião Ribeiro Martins, além de advogados, juízes e familiares.
O presidente da OAB disse que Celso Barros Coelho é um ícone que é referência no Piauí e no Brasil e é um espelho para todos os advogados. “É impressionante a sua vivacidade, inteligência e seriedade”, afirmou.
Além de jurista, Celso Barros é ex-deputado estadual e federal e ex-professor da Universidade Federado do Piauí (Ufpi), ex-presidente da OAB, da Academia Piauiense de Letras (APL) e tem 56 anos de atuação na advocacia e mais de 30 anos de atuação no Tribunal Júri.

“É uma homenagem justa e oportuna. Celso Barros é para a Justiça Criminal e Cívil, o mesmo que Evandro Lins e Silva é para o Tribunal do Júri do Brasil”, declarou o presidente do Tribunal de Justiça, Edvaldo Moura, que ressaltou ainda que Celso Barros é um advogado e jurista de maior contribuição do Estado.

A proposição da homenagem é do juiz Antonio Noleto, da 1º Vara do Tribunal Popular do Júri. Esta é a primeira homenagem que o Tribunal do Júri está dando para um advogado. “É o reconhecimento dos serviços prestados a alguém que deu muito de si”.

O presidente da APL, Reginaldo Miranda, afirmou que Celso Barros é um dos principais intelectuais piauiense e sempre pautou o seu trabalho pela ética. “É um símbolo da advocacia piauiense”.
O homenageado declarou que se sente honrado com a sessão. “Representa o reconhecimento não só profissional, mas sobretudo de vida dedicada a advocacia em várias dimensões”, ressalta Celso Barros Coelho.

Comments are closed.